Ferreira do Alentejo Autárquicas 2013

Com 8 250 habitantes, distribuídos pelos 648 quilómetros quadrados, o concelho de Ferreira do Alentejo teve, na história do Poder Local Democrático, cinco mandatos geridos por coligações que integram o PCP e outros cinco geridos pelo PS.

Em 1976 a FEPU foi a força política mais votada, embora com uma diferença de apenas 31 votos do PS. O presidente de Câmara eleito foi José Cara Nova Ameixa, que cumpriu dois mandatos, sendo que o último foi em representação da APU - Aliança Povo Unido.

Em 1982 a APU continua a ser a força política mais votada elegendo José Guerreiro que faz três mandatos, o último dos quais em representação da Coligação PCP/PEV.

Em 1993 os ferreirenses elegem o PS como a força política mais votada, a qual se mantém até à actualidade. Primeiro com Luís Pita Ameixa que cumpre três mandatos como presidente de Câmara. Depois com o actual presidente, Aníbal Costa que está no seu segundo mandato à frente dos destinos do Município de Ferreira do Alentejo. Aníbal Costa é filho do médico que acompanhou, como presidente da Assembleia Municipal, os três mandatos de Pita Ameixa.

Para as próximas eleições autárquicas, o actual presidente da Câmara, Aníbal Costa vai recandidatar-se pelo PS. Com 40 anos, Aníbal Costa é licenciado em Gestão e Administração Pública, com uma pós graduação em Administração Pública e Desenvolvimento Regional.

Pelo PSD o candidato proposto é Jorge Santos. Médico, Jorge Santos é director do Centro de Saúde de Ferreira do Alentejo.

Por parte da Coligação Democrática Unitária, ainda não é conhecido o candidato à Câmara de Ferreira do Alentejo. 

Com seis freguesias: Alfundão, Canhestros, Ferreira do Alentejo, Figueira de Cavaleiros, Odivelas e Peroguarda, o território do concelho vai ser reorganizado em termos administrativos. Alfundão e Peroguarda agrupam-se numa só freguesia. E Ferreira do Alentejo/Canhestros dão lugar a outra união de freguesias.


Comente esta notícia