Auto da Barca do Inferno

O NAIPE é um grupo de leitura autónoma, interpretação e dramatização de histórias, composto por jovens, dos 14 aos 18 anos, que se reúnem às quartas-feiras à tarde, no Cine Oriental, em Aljustrel.

Nestas sessões, além do movimento, do corpo e da expressão dramática terem um lugar de destaque, os elementos do grupo aprendem a desenvolver competências físicas, pessoais, relacionais, cognitivas, estéticas e técnicas, para que sozinhos ou em grupo, sejam capazes de inventar e de transformar aquilo que os rodeia.

O espetáculo que apresentam esta noite ao público é fruto do trabalho desenvolvido ao longo do ano.

A ação do “Auto da Barca do Inferno” do dramaturgo, Gil Vicente, considerado o pai do teatro português, decorre num porto imaginário, onde se encontram a Barca do Inferno, com o Diabo, e a Barca da Glória, com um Anjo.

A peça, que recria a sociedade lisboeta do século XVI, é tida como moralista, e adapta-se à sociedade contemporânea, visto que alguns dos seus temas continuam atuais. 


Comente esta notícia