Sobreiro

A azinheira secular do Monte do Barbeiro fazia parte de uma lista de 10 finalistas, escolhidas entre 29 candidaturas apresentadas, por um júri de especialistas constituído por Ana Luísa Soares, António Bagão Félix, Nuno Mendes Calado, Paulo Tenreiro e Rui Queirós. O concurso promovido pela UNAC-União da Floresta Mediterrânica pretendeu encontrar a árvore com a história mais interessante.

A árvore, da espécie Quercus Rotundifolia Lam, vai representar o nosso País, no concurso europeu, agendado para Fevereiro de 2019.



Comente esta notícia