moinho grande

Promover o entendimento das zonas rurais enquanto paisagem, e da paisagem enquanto património, estimulando a percepção de territórios em permanente mutação, que acumulam os saberes e as práticas decorrentes de uma vivência continuada, em constante adaptação aos imperativos ambientais, culturais, sociais, políticos e económicos é o principal objectivo.

Em Beja, a data é assinalada no “Moinho Grande”, localizado nos arredores da cidade, propriedade da família Soares, que tem desde há várias gerações garantido a sua salvaguarda, permitindo hoje a sua dinamização, e (re)valorização paisagística.
Segundo o município bejense, o “Moinho Grande”, para além da sua beleza inegável, é símbolo de património ímpar, onde o vento dava lugar à farinha e daí ao mais transversal dos alimentos humanos, o pão.

A visita ao Moinho Grande sob o lema “Histórias de Moinhos e Moleiros” vai decorrer entre as 17.30 e 19.30 horas, está também agendada a sessão de contos “Como Pão para a Boca” promovida pela Biblioteca Municipal de Beja.





Comente esta notícia