protocolo camara cpcb

O protocolo entre as duas entidades foi assinado no inicio desta semana, nos Paços do Concelho.

Segundo uma nota de imprensa da autarquia de Beja, “a necessidade de promover vivências fundamentais para o desenvolvimento de competências motoras, cognitivas e psicossociais às crianças portadoras de necessidades de saúde especiais, desde que não apresentem nenhuma contra-indicação à prática da hipoterapia, e as condições de que o Centro de Paralisia Cerebral de Beja dispõe estão na base deste novo protocolo”.






Comente esta notícia