Intempérie Beja

Os bairros Mira Serra e das Saibreiras foram os mais fustigados e houve mesmo famílias que precisaram de ser realojadas. Nestes dois bairros os danos em imóveis foram significativos.

Na escola Mário Beirão vidros partidos, telas de assombramento desfeitas e uma cobertura danificada têm que ser reparados e esta situação pode condicionar o regresso às aulas na segunda-feira.

Não se sabe que fenómeno ocorreu, mas sim que foi localizado, curto e de violência extrema, tendo provocado muitos danos materiais em imóveis e viaturas.

No terreno a reparar danos tem estado o Serviço Municipal, com equipas das juntas de Freguesia e da Santa Casa da Misericórdia, GNR e EDP, assim como os bombeiros de Beja, Serpa, Ferreira e Cuba.


Comente esta notícia