Vinha

Os dados do Banco de Portugal demonstram que a maior ‘fatia’ na distribuição do volume de negócios pertence ao distrito do Porto, com 50%, seguido por Évora com 15% e Beja 12%.

Segundo o estudo, 13% das empresas que operam em Portugal neste ramo de actividade encontram-se ligadas ao enoturismo, representando um volume total de negócios de 26% e uma taxa idêntica de empregabilidade.

Já ao nível do alojamento, o mesmo estudo aponta que somente 31% das propriedades de enoturismo possuem alojamento, sendo que dessas unidades, 76% têm até 10 quartos.

Relativamente a todo um pacote de actividades disponíveis para os visitantes, Alentejo e Lisboa são as regiões que acompanham de perto a realidade do Douro, em que, nestes casos, a prova de vinhos é a principal actividade desenvolvida em 97% dos casos, assim como visitas guiadas às instalações, 93% e às vinhas, 79%.






Comente esta notícia