mão idoso

As jornadas, que incluem dois painéis “Demência: Diagnóstico e Adequação de Cuidados ao Longo da Vida” e “Direito, Ética e Legislação” vão colocar, em cima da mesa, temáticas como “Abordagem Centrada na Pessoa”, “Principais Desafios, Abordagem e Tomada de Decisão”, “Direitos Humanos, Envelhecimento e Fragilidade”, “Rigor, Ciência e Humanismo: Um Compromisso que se Impõe” e “As Respostas Sociais e a Qualidade”, entre outras áreas de reflexão.

Das jornadas fazem, também, parte conferências, workshops e simpósios com o objectivo de reunir, de forma integrada, contributos dos mais variados intervenientes no processo de cuidados à pessoa idosa e serão, ainda, expostos trabalhos científicos em forma de poster.

Todos os interessados em participar, estudantes, médicos ou outros profissionais devem inscrever-se junto do Lar D. José do Patrocínio Dias ou no site do evento em https://spmcipbeja.wixsite.com/jornadaserpi

Os trabalhos pretendem envolver, durante dois dias, a participação de especialistas de diversas instituições nacionais, entre médicos, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos, terapeutas, entre muitos outros profissionais ligados à saúde e às estruturas residenciais para idosos. Machado Caetano, Bagão Félix, Isabel Galriça Neto, Cristina Galvão, Joaquina Madeira e Catarina Pazes são alguns dos nomes que estão confirmados.

A Irmã Maria do Céu Valério, directora técnica do Lar D. José do Patrocínio Dias, afirma que num país cada vez mais envelhecido é preciso olhar para os lares com outra perspectiva, porque não são depósitos de idosos, mas sim locais onde se podem prestar bons cuidados olhando para a “pessoa” como um todo.

Ainda segundo, a Irmã Maria do Céu Valério é fundamental que existam compromissos concretos, nesse sentido, gostaria de ver estas questões na “agenda” dos políticos em ano eleitoral.

Estes são excertos de uma entrevista à Irmã Maria do Céu Valério para ouvir, hoje, na Voz da Planície, nos jornais das 12.00 e das 17.00 horas.


Comente esta notícia