Beja Merece +

Nos documentos, o Movimento recorda que, em Beja e em todo o Baixo Alentejo, existe um profundo e já longínquo mal-estar em relação ao fraco investimento público que tem sido feito neste território pelos sucessivos Governos da Nação.

Ainda de acordo, com o Beja Merece+ se excluirmos Alqueva, que neste momento está a contribuir decisivamente para o equilíbrio da balança comercial portuguesa, tudo em redor é abandono e descuido uma situação que “afastado investidores, médicos e pessoas de se instalarem no Baixo Alentejo, isto para nem falar dos serviços e das valências públicas que reiteradamente são retiradas de Beja”.

Florival Baiôa, do Beja Merece+, afirma que o Movimento não tem estado parado desde o último encontro, que decorreu no Pax Julia.

Florival Baiôa espera que António Costa responda com rapidez ao pedido de audiência e revela que estão a ser feitos contactos para criar uma força do Baixo Alentejo que possa fazer pressão junto do Governo. Finalmente, Florival Baiôa, dá conta que está marcada uma reunião com a CIMBAL para o dia 15 de Fevereiro.

Quanto à ida a Lisboa, por parte da população da região, os pormenores da iniciativa vão ser divulgados depois do Carnaval.



Comente esta notícia