Beja na Rua - Ney
Espectáculos musicais, animações de rua, intervenções de arte urbana, exposições, performances de dança e poesia, "workshops", serão um constante durante as quatro semanas em que decorre o Festival e em que se reúnem em Beja, num espaço comum, artistas locais, nacionais e internacionais.

Beja volta a apostar, através desta iniciativa, na afirmação das indústrias criativas e a juntar universos e estéticas artísticas diferentes, potenciando projectos de fusão. O objectivo principal nesta 2ª edição mantém-se e pretende transformar o centro histórico da cidade numa enorme sala de espetáculos e manifestações artísticas ao ar livre, palco de auditórios e galerias improvisadas.

O inicio do Beja na Rua, na 6ªfeira, é feito com a inauguração de uma obra de Vhils, no Parque Vista Alegre. Alexandre Farto, mais conhecido por Vhils, trabalha em arte urbana um pouco por todo o mundo e na 2ª edição do Festival Beja na Rua, o grafitter deixa obra sua em Beja.

Quanto aos espectáculos, o arranque é dado, 6ªfeira à noite, com Ney Matogrosso, o cantor brasileiro vai trazer a Beja a sua mais recente produção, com o nome "Atento aos Sinais", um trabalho que inclui temas de nomes como os de Caetano Veloso, Itamar Assumpção e Paulinho da Viola.

Emir Kusturica&The No Smoking Orchestra, Os tubarões, Ibrahim Ferrer JR, LA-33, Bulgarian Voices Angelite+António Zambujo+Cantores do Desassossego, Seu Jorge e Miguel Araújo são outros destaques da programação do Festival Beja na Rua.

Comente esta notícia