Pintura e Musica

A proposta base já foi apresentada ao secretário de Estado da Educação e o presidente da Câmara de Beja, Jorge Pulido Valente, assegurou à Voz da Planície que o mesmo mostrou uma boa receptividade e que ficou a promessa de realização de uma reunião, para mais tarde, para determinar os pormenores técnicos.

Jorge Pulido Valente explicou também, que aquela proposta não tem como finalidade criar uma nova escola, mas sim uma reorganização da rede escolar, de forma, a que o ensino articulado possa ser mais abrangente, dando uma resposta mais alargada.

Sobre as finanças do Conservatório Regional do Baixo Alentejo, o presidente da autarquia bejense assegurou que, apesar das dificuldades que já passou, aquela entidade sedeada em Beja, vive agora, momentos de tranquilidade financeira, que o levam a encarar de forma positiva o seu futuro.

Jorge Pulido Valente revelou, igualmente, que na reunião realizada com o secretário de Estado da Educação foi reiterada a posição do Município de Beja contra a constituição de mega agrupamentos, frisando que a mesma significa perda de proximidade e de eficácia, na resolução dos problemas que envolvem as comunidades escolares.


Comente esta notícia