OPP

Através do OPP todos os cidadãos podem decidir como investir 3 milhões de euros nas áreas da cultura, ciência, educação, formação de adultos e agricultura, no continente, e nas áreas da justiça e da administração interna, nas regiões autónomas.

A secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa revelou, em entrevista à Voz da Planície, os objetivos dos encontros participativos.

Graça Fonseca espera que o encontro que se realiza hoje, em Beja, conte com uma forte participação da população, à semelhança do que tem ocorrido noutras localidades.

Nestes encontros podem participar todos os cidadãos nacionais com idade igual ou superior a 18 anos, apresentando propostas e votando nos projetos da sua preferência.

Até a 21 de abril de 2017, decorre a 1ª fase do OPP, com a realização de encontros participativos, nos sete territórios de implementação, para discussão e elaboração de propostas.

Entre 24 de abril e 12 de maio, decorrerá a fase de análise técnica das propostas e sua transformação em projetos por cada um dos ministérios e secretarias regionais e pelos respetivos serviços, com competências nas áreas das propostas.

Depois do período para reclamações dos proponentes face à lista provisória de projetos, entre 15 e 31 de maio, a votação pelos cidadãos decorrerá entre 1 de junho e 15 de setembro.


Comente esta notícia