CADAC

As audições terão lugar no Pax Julia – Teatro Municipal de Beja e são abertas a todos os bailarinos com formação técnica e interessados em criar e experimentar. Embora de acesso livre é necessária inscrição prévia, com envio de currículo e fotos e/ou vídeos para o e-mail cadac.beja@gmail.com. A estreia do espetáculo está já prevista para Junho de 2019, em Beja, e conta com a direção artística e coreografia de Marianela Boán, de nacionalidade cubana.

Marianela Boán, atual diretora artística e coreógrafa da Companhia Nacional de Dança Contemporânea da República Dominicana, é reconhecida internacionalmente pelo trabalho desenvolvido em todo o mundo, tendo aceite o desafio da CADAC para dirigir esta primeira criação artística. Assim, e durante três dias, de 29 a 31 deste mês, a artista estará em Beja a coordenar as atividades para selecionar os bailarinos, homens e mulheres, que irão integrar a primeira produção da companhia alentejana.

Recorde-se que a CADAC foi criada em julho deste ano, sendo um dos seus objectivos o estabelecimento de pontes com os criadores do espaço ibero-americano, fomentando o diálogo entre criadores dos dois lados do Atlântico, diálogo esse quase inexistente nos últimos anos. A contratação da coreógrafa de nacionalidade cubana é já o primeiro passo para a concretização desse propósito, estando prevista a posterior circulação nacional e internacional do espetáculo. 


Comente esta notícia