Ermida de São Pedro

A autarquia bejense e a Diocese de Beja celebraram, recentemente, um protocolo em que a autarquia assume a pintura total da Ermida de São Pedro, localizada junto de uma das estradas de acesso à cidade de Beja.

Além disso, o município bejense fica encarregue de proceder a algumas obras necessárias, assim como, será responsável por voltar a colocar o Cruzeiro no Largo.  

Segundo explica o presidente da Câmara Municipal de Beja, “trata-se de um trabalho moroso, quer pela grande dimensão da Ermida, quer pelo estado em que se encontra, feito por administração direta e com um custo estimado um pouco acima dos 25 mil euros”.

Já a Diocese de Beja, no âmbito do protocolo, vai ceder uma faixa de terreno de que é proprietária, à Câmara Municipal, que irá permitir ao município avançar com a intervenção na Rua Deolinda Quartim, no Bairro da Conceição, uma situação, que segundo Paulo Arsénio “se arrasta há anos e que não podia ser intervencionada pelo município por não ser proprietário do terreno contíguo à rua”.

Paulo Arsénio revela que a Câmara Municipal está, igualmente, a “executar um projeto de embelezamento global do espaço que substituirá o esboço que já existia para o local, mas que era inadequado para se converter em projeto”. O autarca explica que não sabe se o município o conseguirá executar em 2021, mas garante que “o projeto ficará pronto até final deste ano”.

“Nos próximos meses, não dando ainda ao Largo a beleza que merece e que terá, também devidamente iluminado como a Ermida de Santo André, ficaremos pelo menos, e para já nesta fase, com a Ermida pintada e o cruzeiro recolocado”, sublinha Paulo Arsénio. 


Comente esta notícia