Beja

Este é um programa que estipula valores máximos para as rendas pagas pelos beneficiários e que visa estimular "estilos de vida mais autónomos por parte de jovens sozinhos, em família ou em coabitação jovem, a reabilitação de áreas urbanas degradadas e a dinamização do mercado de arrendamento", de acordo com o portal do Porta 65.

“Antes das candidaturas serem formalizadas, os candidatos devem confirmar se a morada de residência registada nas Finanças é a mesma da casa arrendada, já ter a declaração de IRS relativa ao ano anterior a que diz respeito a candidatura entregue nas Finanças, ter senha de acesso para entrega das declarações eletrónicas e, ainda, ter e-mail pessoal”, é avançado pelo “Notícias ao Minuto”.



Comente esta notícia