diagnóstico social reunião

Segundo a autarquia castrense “considerando que estes documentos não beneficiaram de revisão nos últimos 10 anos, revelava-se urgente realizar este trabalho para agilizar actuais e futuras intervenções”.

De acordo com o município “a actualização do Diagnóstico Social, instrumento para um bom plano de intervenção social no concelho, tem vindo a identificar os problemas e as necessidades do nosso território, no âmbito da saúde, habitação, educação, envelhecimento activo, igualdade de género, qualificação, emprego e empreendedorismo, associativismo”.

O Núcleo Executivo, enquanto órgão que integra o CLAS-Conselho Local de Acção Social (CLAS) vai apresentar, ainda durante este mês, os documentos para aprovação às 22 entidades parceiras.












Comente esta notícia