Abetarda

Esta candidatura tem como promotores o Município de Castro Verde, a Associação de Agricultores do Campo Branco e a Liga para a Proteção da Natureza e é o resultado de uma metodologia de trabalho alargado, desenvolvido ao longo dos dois últimos anos, que envolveu a comunidade e as entidades locais, mas também, entidades regionais e nacionais com intervenção no território.

Paulo Nascimento, vereador da Câmara Municipal de Castro Verde, explica as mais-valias deste projeto para o concelho.

A classificação como Biosfera lançará novos desafios, potenciará uma dinâmica local e de trabalho em rede, tendo por base o plano de ação definido, que assenta em 6 eixos: agroecossistema sustentável; soluções locais para a desertificação e clima; natureza e cultura: desafios e oportunidades; conhecimento e transferência do saber; redes de cooperação e participação comunitária e identidade e promoção.


Comente esta notícia