VEREADORES DA CDU NA CÂMARA DE BEJA

Com a saída dos vereadores da CDU  a reunião de Câmara não prosseguiu por falta de quórum e Miguel Ramalho, eleito da Coligação, disse à Voz da Planície que em causa estão documentos com informações sobre as contas da autarquia que não foram entregues até ao início da sessão desta quarta-feira e identificou os mesmos, chamando a atenção para dois: o valor à data actual das dívidas a fornecedores e credores e a renovação de um depósito a prazo de 250 mil euros, que deverá dar origem a um depósito a prazo.

Miguel Ramalho falou também de falta de respeito e de transparência e afirmou que os números não são divulgados porque não coincidem com os que têm passado para a opinião pública. O eleito da CDU garantiu ainda, à Voz da Planície, que a dívida a fornecedores e credores da Câmara de Beja é hoje, superior à que foi recebida em 2009 e que por isso mesmo não interessa tornar públicos os números verdadeiros.

Pulido Valente respondeu às acusações dos vereadores da CDU falando em boicote ao funcionamento da Câmara, em falta de responsabilidade dos mesmos, por não terem permitido a aprovação de documentos importantes, que têm de ser submetidos à Assembleia Municipal no dia 16 deste mês e garantindo que o prazo de resposta de que se dispõe não foi ultrapassado.

Pulido Valente referiu também que os vereadores não precisavam dos documentos que dizem não ter recebido para a reunião de Câmara desta manhã e sobre o facto de Miguel Ramalho ter afirmado que a dívida hoje da autarquia é superior à que herdou de 2009, não quis comentar, por não dispor dos elementos necessários que permitam corroborar ou invalidar tal afirmação. Pulido Valente voltou a falar em terrorismo político por parte da oposição e do facto do mesmo, na sua opinião, ter sido uma constante ao longo deste mandato.

O presidente da Câmara de Beja avançou, igualmente, que dada a importância dos documentos que ficaram por aprovar na reunião de Câmara desta quarta-feira, foi agendada nova sessão para segunda-feira.


Comente esta notícia