CDU

O balanço é feito, na altura em que se está próximo de cumprir três anos de trabalho neste mandato, prestando contas do que foi concretizado nas áreas que a CDU considera fundamentais, de acordo com o programa eleitoral apresentado.

No documento, a CDU afirma ter uma estratégia para o concelho que, dentro das capacidades do mesmo, desenvolve, respondendo aos anseios e problemas da população, num contexto de crise e recessão.

Refere também, que neste mandato foram elaborados projetos, garantidos financiamentos, lançadas obras, que a educação foi uma área fundamental,a acção social e solidariedade, uma resposta comunitária e promovido um melhor ambiente, e mais natureza, numa perspetiva de desenvolvimento.

O Município de Castro Verde é, na sub-região do Campo Branco, o que tem a dívida mais baixa. Esta passou de 7 milhões de euros em 2005 para 2,5 milhões de euros em 2015, sendo que cerca de metade deste valor foi contratado para cobrir parte dos custos com a construção de 16 fogos em Castro Verde e do Lar de Sta. Bárbara, revela, igualmente, a CDU, frisando que o prazo médio de pagamento a fornecedores foi de 28 dias em 2015 e que não existem pagamentos em atraso, a faturas com mais de 90 dias.

A CDU garante ainda, que se está a estimular a diversificação da base económica e a iniciativa empresarial, dando como exemplo a construção e operacionalização do IN Castro, Centro de Ideias e Negócios, que conta acualmente com 22 iniciativas empresariais instaladas e uma dinâmica de acesso a serviços de formação, aconselhamento e apoio técnico, assente num conjunto alargado de parcerias.

No boletim é garantido, igualmente, que diminuiu a carga fiscal sobre a atividade empresarial, que foram desenvolvidas campanhas de promoção do comércio local, que se está a afirmar Castro Verde enquanto destino geriátrico, onde a resposta social também é equacionada como geradora de emprego e dinâmicas económicas e que se manteve presente a necessidade de valorização do mundo rural, destacando a conclusão do projeto de eletrificações rurais e a constante ação de beneficiação dos caminhos rurais.

Os investimentos no Turismo enquanto contributo para a diversificação económica, o trabalho na requalificação do património, na reestruturação do produto Birdwatching, e a presença em atividades e campanhas de promoção também são destacadas.


Comente esta notícia