Cooperativa Lar para Todos

A Cooperativa de Habitação Económica Lar para Todos, em Beja, está em processo de insolvência. No âmbito deste processo e por determinação do administrador de insolvência, vai ser feita a venda de direitos de superfície e propriedade plena dos imóveis pertencentes à Cooperativa. O prazo para apresentação de propostas termina este domingo, dia 23.

Entre os 10 imóveis colocados em hasta pública estão a sede social da Cooperativa e o Salão de Festas, equipamentos que desde sempre têm funcionado como espaços comunitários, de uso público.

Manifestando a sua preocupação relativamente ao processo de insolvência da Lar para Todos, os eleitos da CDU na Assembleia Municipal de Beja destacam, em concreto, o interesse público daqueles dois equipamentos - a sede e o salão de festas - designadamente "para toda a comunidade da Urbanização de Santo André, um dos maiores bairros cooperativos da cidade e da região".

Perante esta realidade, os eleitos da CDU na Assembleia Municipal de Beja recomendam a intervenção da Câmara Municipal no processo de leilão, dado que esta é a proprietária dos terrenos cedidos à Cooperativa para construção, exercendo os direitos de superfície e o consequente uso comunitário. Fernando Silva, eleito da CDU na Assembleia Municipal, explica à Voz da Planície as preocupações dos deputados da Coligação.

Fernando Silva considera que, o Município de Beja é a única entidade que está em condições de evitar que este leilão aconteça.

Os eleitos da CDU consideram que estes dois equipamentos inserem-se numa lógica de vivência comunitária que importa preservar, tanto mais que o terreno onde os mesmos se encontram construídos foram cedidos em regime de "Direito de Superfície" pela Câmara Municipal de Beja, estatuto que se mantém até aos dias de hoje.

Contactado pela Voz da Planície, o presidente da Câmara de Beja diz que o executivo partilha a mesma preocupação manifestada pela CDU e adianta que os serviços jurídicos do Município estão neste momento a analisar o processo.

A abertura das propostas, apresentadas em carta fechada, está marcada para segunda-feira, 24, a partir das 16h30, na presença do administrador de insolvência da Lar para Todos. 


Comente esta notícia