João Ramos

A CDU e as forças políticas que a integram têm estado na primeira linha da luta em defesa da melhoria das acessibilidades apresentando na Assembleia da República propostas que foram sucessivamente rejeitadas por quem nos tem governado. As declarações são do cabeça de lista da CDU, João Ramos.

A candidatura da CDU reafirma a proposta de construção do IP8 entre Sines e Vila Verde de Ficalho, a conclusão da obra do IP2, a conclusão do IC27, a melhoria geral da rede rodoviária, a eletrificação da linha ferroviária entre Beja e Casa Branca, o retomar da ligação Beja/Funcheira e da ligação direta de Beja a Lisboa, e a valorização e aposta no papel do Aeroporto como uma infraestrutura ao serviço e desenvolvimento da região.

Os candidatos da CDU assumem também, o compromisso de lutar por "uma política de mobilidade que combine as suas diferentes formas, através da construção e melhoria das principais acessibilidades do distrito com destaque para o IP2 e IP8, assim como a modernização da rede ferroviária incluindo a sua eletrificação e a ligação direta entre Beja e Lisboa".

A opção de voto em 4 de outubro é determinada mais pelo que se faz e não pelo que se diz e os deputados da CDU tudo fizeram para defender os interesses da região, neste sentido a melhoria da rodovia, da ferrovia e o aproveitamento do Aeroporto de Beja nas suas múltiplas dimensões serão uma das prioridades da intervenção da Coligação assegurou ainda, João Ramos.


Comente esta notícia