folha oliveira

Esta iniciativa surge no contexto da valorização dos recursos endógenos, combinando a investigação com a subsequente valorização da fileira produtiva em torno do Olival e do Azeite.

Com este evento pretende-se dar especial notoriedade ao valor produtivo e bioquímico das variedades tradicionais portuguesas de oliveira, abordando de uma forma conjunta diferentes desafios desde o momento da escolha das cultivares, passando pela produção da azeitona, a fitossanidade, a valorização bioquímica dos perfis de azeites monovarietais, à valorização económica dos subprodutos da produção de azeite.

Este colóquio é promovido pelo CEBAL, no âmbito das actividades desenvolvidas no projecto “Oleavalor- Valorização das Variedades de Oliveira Portuguesas”, liderado pela Universidade de Évora, em parceria com o CEBAL, o Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, e o Instituto Politécnico de Portalegre. É um projecto co-financiado pelo Programa Operacional do Alentejo 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

A sessão de abertura, está marcada para as 10.30 horas, o encerramento é feito às 12.40 horas.


 


 



Comente esta notícia