CIMBAL

A Moção, apela ao Governo que seja coerente no discurso e na acção, relativamente ao interior do País, e exige um substancial reforço da verba do PART atribuída ao Baixo Alentejo de modo a obter uma clara melhoria dos transportes públicos, com reforço da oferta e extensão de percursos, conseguir uma maior redução dos tarifários e aliviar as famílias de parte desse encargo, que é pesado, melhorar a qualidade de vida dos cidadãos, reforçar a coesão e a competitividade territorial, promover a sustentabilidade ambiental, contribuindo para a redução da utilização de transportes individuais e tratar com equidade esta região em relação ao resto do país.

Ana Horta, presidente da Mesa da Assembleia Intermunicipal da CIMBAL recorda que, a este território, foi atribuída uma verba de 246 mil euros, revelando-se claramente insuficiente para fazer face às necessidades mais básicas em termos de transportes público acentuando as assimetrias sociais e regionais, por isso, a reivindicação de um aumento dessa verba.













Comente esta notícia