CIMBAL-símbolo
Na última reunião do Conselho Intermunicipal da CIMBAL-Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo foram aprovadas duas tomadas de posição, uma sobre o Orçamento de Estado para 2014 e outra relativa aos "Espaços do Cidadão".

Em relação ao OE 2014, a CIMBAL considera que vai levar à continuação do incumprimento da lei das finanças locais e nalguns casos vai colocar em causa a prestação os serviços públicos e a coesão social, tão necessários, sobretudo, nestes territórios envelhecidos e de baixa densidade.

A CIMBAL repudia as medidas que estão inscritas no documento porque considera que impedem os municípios de honrarem os seus compromissos, junto de quem mais deles necessita, os munícipes e assim inviabilizam e hipotecam o desenvolvimento destes territórios.

Quanto ao "Espaço do Cidadão", o novo modelo de atendimento público apresentado pelo secretário de Estado para a Modernização Administrativa, que prevê parcerias com as autarquias, a CIMBAL repudia este novo modelo e denuncia que, na proposta apresentada verbalmente, nem sequer foram equacionadas contrapartidas financeiras para esta delegação de competências encapotada.

Comente esta notícia