MUSEU REGIONAL DE BEJA FOTOGRAFIA NOVA

A ADB aprovou em setembro de 2014, uma proposta de transferência do seu património, funcionários, competências de gestão do Museu para a CIMBAL e a Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo ainda não se pronunciou sobre a mesma.

A CIMBAL realizou, entretanto, uma reunião com o secretário de Estado da Cultura sobre o Museu e deverá decidir-se sobre esta matéria no decorrer deste mês. Isto mesmo explicou à Voz da Planície Santiago Macias, o presidente da ADB, dizendo que entregou na CIMBAL no dia 30 de dezembro de 2014, um ofício, o terceiro, a pedir o agendamento urgente desta questão.

Apesar dos funcionários já terem recebido o valor em falta do vencimento de dezembro existe contudo, uma dificuldade acrescida, segundo Santiago Macias, que consiste no facto, da ADB já não dispor de orçamento. Neste contexto, Santiago Macias avançou que foi marcada para o dia 14 deste mês uma reunião da ADB para aprovação de orçamento, situação que tem como objetivo garantir o pagamento dos ordenados de janeiro e o funcionamento do Museu Regional até que tudo fique resolvido.

Falta ainda, a secretaria de Estado da Administração Local notificar formalmente a ADB o que dá alguma margem de manobra, em termos de tempo. Seja como for e na opinião de Santiago Macias, a passagem de património, funcionários e gestão do Museu Regional para a CIMBAL é a única alternativa possível, para a resolução da extinção da ADB, ditada pela lei publicada a 26 de junho de 2014.


Comente esta notícia