saude mental

A Cáritas afirma que sobre a doença mental recai nos doentes e suas famílias o estigma social, preconceito e discriminação que impossibilita a integração, a inclusão social e a participação destas pessoas.

Que Saúde Mental temos em Portugal' Temos cuidados suficientes e que políticas públicas podem e devem ser implementadas para atenuar o sofrimento dos doentes e familiares? São algumas das questões que a Cáritas de Beja lança para reflexão ao mesmo tempo que recorda que Portugal tem uma das mais elevadas prevalências de doenças mentais da Europa. Existem ainda outros dados que revelam que há um défice de cuidados acentuado e que perto de 65% das pessoas com perturbações mentais moderadas e 33,6% com perturbações graves não recebem cuidados de saúde mental adequados, estima-se que 23% da população portuguesa é afectada pela doença mental e do foro psiquiátrico."

Os Círculos de Silêncio são um movimento de cidadãos e de organizações que consideram que a situação em que muitas pessoas vivem é extremamente precária e apela à consciência daqueles que fazem as leis, daqueles que as aplicam e daqueles em cujo nome são feitas, para concretizar uma política mais que respeite a dignidade do ser humano.





Comente esta notícia