saude mental


A iniciativa, que vai decorrer a partir das 17.30 horas, nas Portas de Mértola, deveria ter sido realizada no dia 31 de Janeiro mas foi adiada para hoje devido às condições meteorológicas desfavoráveis desse dia.

A Cáritas afirma que sobre a doença mental recai nos doentes e suas famílias o estigma social, preconceito e discriminação que impossibilita a integração, a inclusão social e a participação destas pessoas.

Márcio Guerra, da Cáritas Diocesana de Beja, revela aquilo que se pretende com o tema escolhido e destaca alguns dados “preocupantes” relacionados com aquilo que se passa em Portugal nesta área da saúde mental.

Ainda segundo, Márcio Guerra é fundamental colocar em prática planos que existem há já vários anos, porque os profissionais de saúde têm que ter todos os meios para dar resposta a esta problemática.

Os Círculos de Silêncio são um movimento de cidadãos e de organizações que consideram que a situação em que muitas pessoas vivem é extremamente precária e apela à consciência daqueles que fazem as leis, daqueles que as aplicam e daqueles em cujo nome são feitas, para concretizar uma política mais que respeite a dignidade do ser humano.








Comente esta notícia