circulo mulher

Este círculo de silêncio contra a discriminação, requer o compromisso de todos para reconhecer a dignidade que as mulheres merecem. Uma dignidade, que segundo, Márcio Guerra, da Cáritas Diocesana de Beja, é atacada a vários níveis.

Ainda de acordo com Márcio Guerra, em pleno século XXI ainda persistem várias desigualdades entre homens e mulheres e recorda que esta questão não diz só respeito a Portugal porque é bem visível em várias partes do Mundo.

Nesse sentido é pedido “o compromisso de todos de forma a cumprir os objectivos para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas na defesa da dignidade das mulheres e promoção dos seus direitos”.

Os Círculos de Silêncio são um movimento de cidadãos e de organizações que consideram que a situação em que muitas pessoas vivem é extremamente precária e apela à consciência daqueles que fazem as leis, daqueles que as aplicam e daqueles em cujo nome são feitas, para concretizar uma política mais que respeite a dignidade do ser humano.







Comente esta notícia