Favo de Mel

De rosmaninho, alecrim, soagem e, de entre outros pólens, multifloral, o mel do Alentejo vai estar em destaque de 16 a 22 de Setembro. A organização é da Associação de Defesa do Património de Mértola (ADPM), decorre em vários concelhos e, além do 1º Encontro de Apicultores do Alentejo e da abordagem de estratégias para o futuro, o evento inclui um vasto programa cultural e recreativo em torno das várias aplicações do mel.

Mértola, Serpa, Almodôvar, Évora, Montemor-o-Novo e Nisa são os concelhos que participam na 1ª Semana Aberta do Mel do Alentejo que inclui peças de teatro, espetáculos de dança, workshops de degustação, sessões de esclarecimentos, concursos, menus com mel, pacotes turísticos, sessões de tratamentos para o corpo, uma descida noturna de canoa no rio Guadiana e um jantar ao ar livre em Mértola.

As iniciativas são muitas e muito diversificadas, tendo em conta, como nos explica o presidente da ADPM, Jorge Revez, dar a conhecer e promover os benefícios do mel.

O mel do Alentejo vende-se lá fora, com destaque para o de rosmaninho, no entanto, importa debater a valorização de subprodutos e melhorar os canais de comercialização, designadamente, na exportação. O 1º Encontro de Apicultores do Alentejo e a sessão de trabalho sobre "Estratégias Futuras para a Fileira do Mel do Alentejo" são uma forma de procurar e divulgar novas soluções, como acrescenta Jorge Revez.

Uma semana doce em torno das várias aplicações e benefícios do mel do Alentejo.


Comente esta notícia