Comissão de Utentes de Beja

Através desta petição é exigido, entre outros aspetos, que se dê "… início aos procedimentos com vista à ampliação do Hospital José Joaquim Fernandes em Beja", tal como ficou estipulado no Orçamento Estado para 2019. Exige, igualmente, a aplicação e investimento justo e necessário imediato por parte do Estado para a 2ª fase (ampliação e remodelação), permitindo este investimento dotar o Hospital José Joaquim Fernandes de um novo bloco operatório, outro de consultas externas e um novo módulo de urgências; a melhoria das instalações atuais, aquisição de equipamentos de diagnóstico (ressonância magnética e outros); construção de heliporto, manutenção, melhoria e ampliação de valências médicas e a contratação imediata de médicos, sobretudo para as especialidades onde estão em falta, assim como outros profissionais de saúde. A petição, que precisa de chegar às 4000 assinaturas, pode ser assinada online, e em diversos locais da cidade, tal como esclarece Isabel Santos, da Comissão de Utentes de Beja, identificando, também, os estabelecimentos onde pode subscrever o documento.

A Comissão de Utentes de Beja ainda não tem um ano de existência, mas já tem na sua constituição muitas pessoas e continua aberta a mais adesões. Neste contexto, Isabel Santos explica como pode fazer parte da Comissão, como pode subscrever a petição, na página do facebook e como pode deixar as suas sugestões e participar nas iniciativas que se vão realizando.

Em menos de um ano, a Comissão de Utentes de Beja já realizou várias iniciativas que Isabel Santos recorda, avançando que estão a ser preparadas outras.

A Comissão de Utentes de Beja quer que a petição “Beja exige mais!” chegue às 4000 assinaturas para ser entrega na Assembleia da República e discutida em plenário.


Comente esta notícia