EUA

O embaixador de Portugal nos Estados Unidos da América (EUA), Domingos Fezas Vital, fala sobre os encontros agendados para hoje com os luso eleitos, referindo que é uma boa maneira de se mostrar o que o Alentejo tem para oferecer.

José António Falcão, diretor-geral do Festival, frisa que estar nos EUA nestes dias de apresentação do Terras sem Sombra (TSS) 2019 é uma oportunidade, única, para as entidades que integram a comitiva apresentarem a cultura e a economia do Alentejo, são portas que se abrem para o território.

O encontro com os congressistas está marcado para as 10.00 horas e nele vai ser apresentado o Alentejo como destino para turismo e como destino económico. Durante a manhã está agendada, ainda, uma visita ao Capitólio.

Na parte da tarde há encontros no Município de Washington, com representantes das autarquias e reuniões de caráter económico, ou seja setoriais, da ACOS, da EDIA e da Sociedade Portuguesa de Inovação, com entidades locais.

Claudino Matos, diretor geral da ACOS, afirma que nestes encontros pretende-se dar a conhecer o trabalho que é desenvolvido pela associação, com destaque para a Ovibeja, outro objetivo passa por procurar parcerias com possíveis intercâmbios.

José Pedro Salema, presidente da EDIA, destaca o interesse muito relevante que existe em Alqueva por parte dos produtores de amêndoa da Califórnia, por isso, nos encontros de hoje pretende apresentar a oportunidade de negócios que existe no Alentejo com o regadio da grande barragem do sul.

O dia termina na Chancelaria da Embaixada, em Washington, com uma prova de vinhos do Alentejo e um workshop de cante alentejano, entre as 18.00 e as 19.00 horas.



Comente esta notícia

Galeria de fotos