APRESENTAÇÃO FESTIVAL DE BD 2015

O primeiro fim-de-semana volta a contar com a presença de autores da Bélgica, Brasil, Espanha, França, Polónia, Portugal e Roménia e a edição deste ano é composta por 17 exposições de banda desenhada que se espraiam pela Casa da Cultura, o núcleo principal do Festival, pelo Museu Regional de Beja, pelo Núcleo Expositivo do Museu Regional de Beja - Rua dos Infantes e pelo Pax Julia - Teatro Municipal.

Sónia Calvário, vereadora da Cultura, frisou a importância que o evento assume na promoção da cidade e do concelho. Acrescentou que este ano a aposta da autarquia está em fomentar uma maior ligação das freguesias rurais a esta realização.

As noites do Festival serão dedicadas essencialmente aos Concertos Desenhados, uma banda, ao vivo, acompanhada pela projeção do trabalho de um autor de banda desenhada numa tela gigante, com desenho em tempo real. Esta aposta foi apresentada por Paulo Monteiro como a grande novidade deste ano. O responsável por esta organização apresentou também, os autores nacionais e estrangeiros que compõem o programa da XI edição do Festival, realçando a feliz convivência, como é habitual, das pranchas dos mais conhecidos com os que menos projeção têm.

O Festival inaugura sexta-feira, dia 29, às 21h00, na Casa da Cultura e os dias prometem ser longos, com apresentação de projetos, lançamento de livros, conversas com autores, autógrafos e workshops.

O Festival terá também à disposição dos visitantes o Mercado do Livro, a maior livraria do país durante esse período, com seis lojas e mais de 60 editores presentes. O Mercado Geek, espaço comercial com várias tendas instaladas, venda de action figures, arte original, jogos, posters, prints e um grande espaço dedicado ao modelismo são as outras ofertas da edição deste ano.


Comente esta notícia

Galeria de fotos