Greve Geral 27 Junho

Amanhã há greve geral convocada pelas duas centrais sindicais, CGTP-IN e UGT uniram-se na contestação às políticas que têm vindo a ser seguidas pelo Governo.
Mobilização tem sido a palavra de ordem por parte dos sindicatos que, nos últimos dias, têm contactado com os trabalhadores para dar conta dos motivos que os devem levar a fazer greve.
Joaquim Barriga, presidente da delegação de Beja da UGT, afirma que ninguém deve ficar indiferente à greve geral de amanhã e apela aos trabalhadores que se unam nesta luta seguindo assim o exemplo de "união" das duas centrais sindicais.
Ainda segundo Joaquim Barriga ninguém deve olhar apenas para o seu "umbigo" porque esta é uma luta de todos para mostrar ao Governo que deve recuar nas políticas desastrosas que decidiu seguir.
Entretanto, em nota de imprensa, o MURPI-Confederação Nacional de Reformados, Pensionistas e Idosos e o MUSP-Movimento de Utentes dos Serviços Públicos apelam à participação na greve geral ao mesmo tempo apresentam um rol de críticas ao actual Governo.


Comente esta notícia