mauro dilema

Segundo Mauro Dilema, neste momento o projecto está em fase de estudo, sobretudo para tentar arranjar verbas tendo em vista a requalificação de um edifício, junto ao Pax-Júlia, que tinha sido adquirido pela anterior administração do CRBA. A ideia é instalar a Escola de Dança nesse edifício para dar boas condições a alunos e professores.

Nesta entrevista, Mauro Dilema afirmou que nos últimos 4 anos aumentou o número de alunos devido ao alargamento da oferta formativa e foi intensificada a relação com as autarquias sobretudos nos concelhos onde o CRBA não tem pólos.

Mauro Dilema manifestou também o seu desejo de voltar a ter no Conservatório alguns dos municípios que, há já alguns anos, decidiram sair e revelou que, por exemplo, nos casos de Cuba e Vidigueira, já houve um primeiro contacto nesse sentido.

O director executivo do CRBA afirmou que neste momento, a instituição vive uma situação financeira estável devido a vários factores e que não há atrasos de pagamento por parte dos municípios associados.



Comente esta notícia