contentor cinzas

Uma iniciativa que surge tendo em vista a sensibilização, prevenção e segurança contra incêndios no período do Inverno, com o apelo à compreensão de todos os munícipes para que não depositem cinzas “quentes” e resíduos incandescentes de braseiras/lareiras/salamandras nos contentores destinados aos Resíduos Sólidos Urbanos devido ao perigo dos materiais aí existentes entrarem em combustão, com os riscos daí decorrentes para o ambiente e para as pessoas e os seus bens.

A autarquia cubense apela à utilização dos recipientes para cinzas e recorda que as pessoas ao limparem a lareira, salamandra ou fogareiro devem guardar as cinzas num recipiente metálico, ao ar livre, durante 1 ou 2 dias, de maneira a garantir que não oferecem risco de incêndio.





Comente esta notícia