Cuba Estação

O presidente da Câmara de Cuba, João Português, revela à Voz da Planície que o encontro com o grupo parlamentar socialista, em que participou também, Pedro do Carmo, deputado do PS eleito por Beja, “correu bem” e esclarece que sentiu “acolhimento das propostas e ideias apresentadas”, à semelhança do que tem acontecido com outros grupos parlamentares e partidos políticos.

Contudo, o autarca quer mais do que a solidariedade e o acolhimento demonstrados e espera que os deputados, na altura da discussão do Plano Nacional de Investimentos (PNI) 2030, possam incluir as propostas apresentadas, uma vez que, “o Município de Cuba e os baixo alentejanos não podem esperar mais”, por uma “obra que é tão importante” para a região.

João Português realça, ainda, que “a compra das duas automotoras bimodo que estão previstas custam tanto como a eletrificação de toda a linha do Alentejo” e, por isso, para que a modernização e eletrificação deste troço seja efectuada “ é só uma questão de contas e de vontade política”.

Fica a faltar a reunião com o grupo parlamentar do PSD, com o Presidente da República, com o Primeiro-Ministro, e com o Ministro do Planeamento e Infraestruturas.

Recorde-se que o Caderno Reivindicativo, com o nome “O comboio que queremos”, exige também a modernização do material circulante, a reposição dos comboios diretos Beja-Lisboa-Beja e a modernização e eletrificação do troço Beja-Funcheira, com a reposição da circulação de comboios nesta linha. 


Comente esta notícia