Resialentejo
A Comissão de Greve esteve reunida, na última sexta-feira, e decidiu desconvocar o protesto porque afirma, em nota de imprensa, que não estavam "reunidas as condições necessárias para garantir um impacto relevante da greve, devido ao facto de estarem vários trabalhadores de férias e pelo efeito de dissuasão exercido junto de alguns trabalhadores".

Recorde-se que no passado mês de Junho tinha sido agendada uma paralisação, também de três dias, mas dois acabaram por ser desconvocados.

Os trabalhadores reivindicama extinção do cargo de director executivo como um cargo político e a abertura de concurso público para a selecção e recrutamento do director executivo, não condicionado à duração dos mandatos do órgão executivo e com a participação e parecer vinculativo dos trabalhadores.

Comente esta notícia