João Dias

A Lei de Bases da Saúde, atual, é de 1996 e todos os partidos têm propostas de alterações a sugerir para a nova. O debate na Assembleia da República é no dia 23 deste mês e a iniciativa governamental contou já com o arrastamento do articulado de Lei de Bases da Saúde apresentado pelo PCP, podendo os outros grupos parlamentares submeter, ainda, as suas propostas.

No projeto do PCP da Lei de Bases da Saúde, as propostas têm como objetivo garantir o direito constitucional à saúde, afirma João Dias, dizendo que o seu partido tem receio que a próxima lei seja ainda mais grave do que a atual.

O projeto do PCP da Lei de Bases da Saúde defende, igualmente, o fim da promiscuidade entre o serviço nacional de saúde e o privado, garante, igualmente, João Dias.

A Semana vista por... acontece todas as sextas-feiras, no jornal da tarde, às 17.00 horas e hoje o convidado é João Dias, enfermeiro e deputado do PCP, na Assembleia da República. Neste espaço, João Dias revela alguns dos pontos que vão ser apresentados esta tarde, em Beja, numa sessão pública, marcada para as 18.00 horas, para a Casa da Cultura da cidade. A sessão é promovida pela Direção da Organização Regional de Beja do PCP e centra atenções no projeto, deste partido, da Lei de Bases da Saúde. Nesta sessão participam João Dias, enfermeiro e deputado comunista, na Assembleia da República e Jorge Pires, membro da Comissão Política do Comité Central, responsável pelas questões ligadas à área da saúde.


Comente esta notícia