STAL

Em 2018 conseguiu-se inverter a política de perda de direitos para os trabalhadores da Administração Local e foi um ano em que se conseguiu assinar muitos Acordos Coletivos de Entidade Pública, que permitiram a recuperação, a mais de 40 mil funcionários, dos 25 dias de férias, frisou no balanço que fez à Voz da Planície o dirigente do STAL em Beja, Vasco Santana.

Mas ainda há muito caminho a percorrer, garante Vasco Santana. O dirigente do STAL em Beja assegura que em 2019 é preciso manter o rumo das conquistas alcançadas em 2018, ou seja a continuação da luta pela melhoria das condições de vida e de trabalho.


Comente esta notícia