José Maria Pós de Mina

A CIMBAL - Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo está a promover reuniões e workshops com diversas entidades da região para articular contributos com vista à definição do "Plano Estratégico de Desenvolvimento do Baixo Alentejo", que deverá funcionar como instrumento orientador na região entre 2014 e 2020.  

Melhorar a qualidade de vida das populações, atrair empresas para criar emprego e combater o despovoamento do Baixo Alentejo são alguns dos propósitos do Plano que deverá funcionar como pacto territorial para o desenvolvimento subscrito pelas várias entidades participantes. Conforme declarações do representante da CIMBAL, José Maria Pós de Mina, à Voz da Planície, o Plano tem também como objectivos dar resposta àquilo que são as linhas de financiamento que irão estar disponíveis nos próximos instrumentos comunitários de apoio. 

A consolidação mais definitiva do que deverão ser as principais linhas de força e as acções a desenvolver por via do Plano deverão ser definidas nos próximos meses em sede de discussão do Pacto territorial. O Plano deverá ficar fechado até ao final do ano.


Comente esta notícia