Ervidel Estação Correios

Vai hoje, a Lisboa, uma delegação composta por elementos da Junta de Freguesia, da Comissão de Utentes e da população, entregar às administrações dos CTT e ANACOM os abaixo-assinados, com mais de mil assinaturas, contra o encerramento da estação de correios de Ervidel, expondo os motivos da contestação, de acordo com declarações de Manuel Nobre. O presidente da Junta de Freguesia acrescentou que a delegação vai reivindicar também a reabertura imediata da estação de correios de Ervidel.

Manuel Nobre frisou também que o encerramento da estação de correios, significou perda de sigilo e de serviços, para uma população, maioritariamente idosa, que se vê agora obrigada a ter de se deslocar a Aljustrel, ou a Beja, para resolver questões postais, com todas as agravantes que isso significa, em termos de deslocações e económicos.

O presidente da Junta de Freguesia de Ervidel avançou que a população vai continuar a lutar pela reabertura da estação de correios e que vai participar numa manifestação, em Lisboa, junto à Administração dos CTT, no próximo dia 7 de Junho, com outras localidades afectadas pelo mesmo problema.

Recorde-se que a estação de correios de Ervidel encerrou na passada segunda-feira, à revelia da população, e que está a funcionar agora, numa mercearia, local para onde a Administração dos CTT deslocou o seu funcionário.


Comente esta notícia