Ervidel Estação Correios

Manuel Nobre, presidente da Junta de Freguesia, explicou que depois da administração dos CTT se ter recusado a receber, no passado dia 28 de Maio, por motivos de agenda, a delegação de Ervidel e o abaixo-assinado, com 1008 assinaturas, que levava para entregar, a população regressa hoje, a Lisboa, para fazer chegar aquele documento a quem de direito. Manuel Nobre acrescentou que a população vai voltar a exigir também, a reabertura imediata da estação de correios, assim como dizer que o serviço actual, instalado numa mercearia local, não está a funcionar em pleno.

No próximo dia 19, as juntas de Freguesia em que encerraram estações de correios e os trabalhadores dos CTT vão realizar uma acção de protesto, frente ao edifício da administração dos Correios de Portugal, em Lisboa.

O objectivo daquela acção é defender o serviço público de correios, manifestar-se contra o encerramento de estações, bem como pedir a reabertura das que já encerraram e Ervidel vai marcar presença, tal como revelou, igualmente, à Voz da Planície, o presidente da Junta de Freguesia.

Manuel Nobre adiantou ainda, que Ervidel está a aguardar o agendamento da reunião que pediu à Comissão Parlamentar de Transportes e Comunicações. O presidente da Junta de Freguesia de Ervidel esclareceu que naquele encontro, a população irá entregar o abaixo-assinado a exigir a reabertura da estação de correios e a dizer não à privatização, que o Governo tem em curso, nos Correios de Portugal.

 

Comente esta notícia