População de Ervidel - CTT

Na reunião com a administração dos CTT e segundo Manuel Nobre, presidente da Junta de Freguesia de Ervidel, a população teve a oportunidade também de explicar que os serviços de correio actuais, que estão a ser prestados numa mercearia local, estão aquém do desejado e que muitos continuam em falta, situações que só podem ser alteradas com a reabertura da estação que encerrou.

Ainda, segundo Manuel Nobre a população de Ervidel defendeu a manutenção do serviço público dos Correios de Portugal, manifestando-se contra a sua privatização. Acrescentou que a administração disse compreender as reivindicações apresentadas, que as iria levar aos seus superiores, mas que a população de Ervidel ficou com a convicção de que as portas que já encerraram assim se vão manter e que existe a intenção de continuar a fechar estações de correios. Por tudo isto, Manuel Nobre revelou que a luta vai continuar.

O presidente da Junta de Freguesia de Ervidel recordou ainda, a falta de sensibilidade e respeito demonstrada pela administração dos CTT, na forma como encerrou a estação em Ervidel e recordou que a população vai marcar presença no protesto agendado para o dia 19 deste mês, para Lisboa, em defesa da reabertura dos postos encerrados e da manutenção do serviço público dos Correios de Portugal.

 

Comente esta notícia

Como Ervidelense que sou, apoio de longe Manuel Nobre e toda a populaçao de Ervidel em reinvindicar a abertura dos CTT daquela aldeia, ao qual dou desde ja os parabens pela coragem e determinaçao deste povo que nao pede mais do que um simples facilitar para as suas gentes.

Jose Luis Silva da Costa

30/11/-0001