Paulo Monteiro a autografar

O amor continua a ser a temática, mas abordada de forma diferente, não em várias histórias curtas, como acontece no primeiro livro de banda desenhada de Paulo Monteiro, mas sim numa só, com 120 páginas. A história está praticamente concluída, mas faltam os desenhos e por isso mesmo, Paulo Monteiro espera tê-lo pronto em 2016. O autor revelou que o nome do livro é também o da mulher que protagoniza a história da sua próxima obra.

Recorde-se que "O amor infinito que te tenho e outras histórias", o primeiro livro de banda desenhada de Paulo Monteiro, tem sido amplamente premiado, em Portugal e fora das nossas fronteiras e que está editado, em diversos países, entre eles, a Polónia e a França, e que ainda durante este mês e princípio do próximo, o mercado brasileiro também vai ter a sua versão.

Para além dos prémios que tem recebido e do trabalho que está a fazer na Bedeteca de Beja, na Casa da Cultura, espaço onde está o "Toupeira", núcleo criador da "Venham mais cinco", que ganhou em 2013, o troféu de melhor fanzine da década, Paulo Monteiro já está a pensar no próximo Festival Internacional de Banda Desenhada da cidade.

Em 2014, Beja recebe aquela iniciativa de 31 de Maio a 15 de Junho e Paulo Monteiro revelou que a edição deste ano vai seguir os moldes das anteriores, apostando nos espaços exteriores do núcleo principal, que fica sempre na Casa da Cultura, na divulgação de autores mais e menos conhecidos, em simultâneo, assim como na tentativa de cativar cada vez mais público, especialmente o que menos gosta e conhece banda desenhada.

 


Comente esta notícia