Biblioteca Andarilha

Um trabalho de investigação sobre a Biblioteca Andarilha, da Biblioteca Municipal de Beja, acabou de ganhar o Prémio Raul Proença 2012, atribuído pela BAD - Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas, em parceria com a DGLAB - Direcção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas: "O caso da Biblioteca Andarilha de Beja - extensão móvel da Biblioteca Municipal de Beja", de Maria Silvério Morais".

Vítor Picado, vereador da Câmara de Beja, congratula-se com a distinção, deixou as suas saudações aos responsáveis da Biblioteca da cidade que têm a seu cargo a Biblioteca Andarilha, assim como às 18 freguesias que acolhem o projecto. Acrescentou que este é um trabalho a que a Câmara de Beja quer dar continuidade, mas com uma nova dinâmica.

Foram candidatados àquele prémio, 14 trabalhos e o "O caso da Biblioteca Andarilha de Beja" foi o seleccionado, porque o júri considerou que "(…) O tema proposto é actual e pertinente, numa altura em que problemas como o isolamento e o envelhecimento se agravam, em que funções e serviços de proximidade do Estado central e das autarquias locais sofrem reduções ou são extintos, o que é particularmente sentido no interior do País."

Nas razões apresentadas para a sua escolha é referido, igualmente, que "(…) Este é um contributo que, ilustrando um aspecto importante do desenvolvimento das bibliotecas públicas portuguesas, nas últimas três décadas, sublinha o seu valor e impacto junto de populações que enfrentam obstáculos acrescidos no acesso à cultura e à informação, tendo um importante papel de promotor da inclusão social."

O Prémio é entregue, no dia 29 deste mês, na Biblioteca Nacional de Portugal.



Prémio Raul Proença:

O Prémio Raul Proença, atribuído no valor de 2500,00 Euros foi instituído pela Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas, em 1998, em parceria com a Direcção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, \"para distinguir trabalhos realizados no âmbito da Biblioteconomia, da Arquivística e da Ciência da Informação, tendo como principais objectivos estimular a investigação e desenvolver o estudo das qualificações, técnicas e práticas profissionais bem como da política, dos programas e recursos nacionais de informação e da sua inserção e interacção na sociedade\".

Para designar o Prémio, o nome de Raul Proença surgiu natural e pacificamente. Cidadão vertical e grande vulto da cultura portuguesa, Raul Proença foi um destacado bibliotecário, perfilhando concepções modernas, inovador no seu tempo e cuja actividade mereceu mesmo reconhecimento internacional.


Comente esta notícia