Inauguração FACECO 2019

O presidente da autarquia de Odemira frisou a importância da FACECO para o concelho, território que disse ter “um conjunto de atividades económicas, culturais e recreativas” que têm “uma expressão marcante no desenvolvimento do Alentejo”, quer seja no domínio da agricultura, quer seja no turismo ou até mesmo em atividades de âmbito cultural.

O autarca sublinhou, igualmente, que é no concelho odemirense que se regista a oferta turística mais forte em espaço de turismo rural no Alentejo, com mais de 500 unidades de alojamento.

Foi também na inauguração daquela que é a montra das potencialidades de Odemira, que foi assinado, entre as 14 entidades signatárias, o “Pacto do Mira”, que surgiu no âmbito do Plano Estratégico e Operacional de Valorização do Rio Mira.

José Alberto Guerreiro revelou que este foi “um plano construído de baixo para cima” e “discutido com todos os que quiseram envolver-se nele”, ou seja, é um projeto “que nasce do contributo de todos”.

Recorde-se que as ideias preliminares que sustentam o Plano que pretende valorizar o rio Mira, preservando, valorizando e criando novas atividades e atratividades junto ao rio foram apresentadas na FACECO 2017.


Comente esta notícia

Galeria de fotos