Feira Cuba 2019

“As regras impostas pela DGS para a realização de iniciativas ao ar-livre não permitiriam o aproveitamento pleno pela comunidade, e em especial pelos empresários, das oportunidades geradas por aquele que é o maior evento promovido pela autarquia e que anualmente atrai ao concelho milhares de visitantes”, realça o comunicado do município.

Nesse sentido e “tendo por base a preocupação com a salvaguarda da saúde pública, por forma a garantir a segurança e evitar riscos de contágio para visitantes, expositores, funcionários municipais e demais colaboradores, foi entendimento consensual de que não se deveria realizar a 87.ª edição da Feira Anual de Cuba.

João Português, presidente do município cubense revelou à Voz da Planície que esta foi uma decisão "extremamente difícil" de tomar pelo patamar que a feira tem alcançado nos últimos anos e, também, pela importância que o evento representa para a região.

O certame regressará, se as condições o permitirem, de 2 a 5 de setembro de 2021. 



Comente esta notícia

Galeria de fotos