Feira do Campo

O evento promovido pela autarquia de Aljustrel, pretende promover a economia do concelho e da região, e valorizar as actividades tradicionais como os produtos da terra, o artesanato, a doçaria e a gastronomia.

É um certame que pretende sobretudo mostrar aquilo que há no concelho, como afirma Nelson Brito, presidente da autarquia de Aljustrel.

Neste primeiro dia de certame destaque para o 8º Encontro Ibérico-Regadio e Sustentabilidade que inclui a realização do colóquio “Cinquentenário do Aproveitamento Hidroagrícola do Roxo- Novos desafios”. Organizado pela Associação de Beneficiários do Roxo, a Federação Nacional de Regantes de Portugal e a autarquia de Aljustrel, o colóquio conta com a participação de responsáveis e técnicos de empresas que vão apresentar projectos ligados à sustentabilidade energética, nomeadamente do aproveitamento hidroagrícola do Roxo, mas igualmente dos regadios em Espanha, e da combinação das energias solar, hídrica e biomassa. Os trabalhos terminam com uma intervenção do secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches. Para o autarca Nelson Brito, o tema em destaque no encontro é actual e é importante que se faça uma reflexão em torno do mesmo.

Ao longo dos três dias, a Feira do Campo Alentejano, para além do espaço expositivo inclui também um variado leque de iniciativas, a par da música tradicional alentejana, estão previstos muitos momentos musicais a decorrer nos diversos palcos. HMB, Anjos e António Caixeiro são os cabeças de cartaz desta 18ª edição.







Comente esta notícia