feira pau roxo

 O caminho que se estende até à Ermida de S. Sebastião enche-se de bancas, vendedores e fregueses. Roupas, sapatos, chocalhos, coleiras para o gado, árvores de fruto, produtos hortícolas, queijos e enchidos são alguns exemplos do que se pode encontrar nesta primeira feira do ano, e uma das últimas de tradição medieval. A cenoura roxa ou “pau-roxo”, nome pelo qual esta leguminosa é habitualmente conhecida, é presença obrigatória nesta feira.




Comente esta notícia