Feira do Queijo 2017

Neste certame onde o queijo é "Rei", até domingo, dia 26, pode provar exemplares de Serpa, Évora, Nisa, Beira Baixa, Castelo Branco, Terrincho-Trás-os-Montes, Azeitão, Redondo, Borba, Estremoz, Rio de Moinhos, Serra da Estrela, Açores e Salamanca (Espanha). Com forte representação estão também, os enchidos, o vinho, o azeite e a azeitona, a doçaria, o mel e o artesanato.

As expetativas para o certame deste ano são as melhores porque a edição 2017 foi amplamente divulgada, dentro e fora do país e porque o certame está a conseguir ganhar cada vez mais qualidade, dimensão e alcance. As declarações são do presidente da Câmara, a entidade responsável por esta organização, que diz acreditar que possa ser ultrapassado o número de visitantes de 2016, que chegou aos 25 mil.

A Feira apresenta um diversificado programa cultural onde o cante alentejano, Património da Humanidade, tem um papel de relevo, pelo que durante os três do certame marcam presença todos os grupos do concelho e os Chocalheiros de Vila Verde de Ficalho, assim como a Banda da Sociedade Filarmónica de Serpa e o Musibéria, com o Laboratório de Sevilhanas e Flamenco. As declarações são também do autarca Tomé Pires.

A sessão de abertura da Feira do Queijo do Alentejo é feita às 11.00 horas, seguida de visita aos expositores.

Do programa agendado para hoje, um dos destaques vai para as 16.00 horas, horário em que se realiza a sessão pública "Queijo Serpa - Impulso à internacionalização", organizada em parceria com a APROSerpa - Associação de Produtores do Concelho e a Associação de Defesa do Património de Mértola (ADPM).

Às 18.00 horas há Encontro de Grupos Corais Alentejanos, às 22.00 horas pode assistir ao espetáculo com Zeca e os Pelintras e ouvir a partir da meia noite, a dupla de teclistas Power Pimba.


Comente esta notícia

Galeria de fotos